7 aparelhos que revolucionaram a indústria tecnologica

1. Joystick Atari 2600

Joystick de Atari 2600

O que é?
Se você jogou videogame lá pela década de 80, com certeza conhece bem esse joystick da foto acima. Para os que não viveram essa época, trata-se do controle do Atari 2600, um console que virou febre em grande parte por causa de seu joystick. Apesar dos consoles de videogame terem começado com o ‘Pong’, foi com o Atari 2600 que o vício dos games realmente se espalhou.

Por que foi importante?
O joystick do Atari 2600 fez com que a interação entre o jogador e a máquina se tornasse uma experiência visceral ao colocar o controle do jogo na mão do usuário de uma maneira simples e intuitiva. Imagine a revolução disso: com o joystick, os gamers passavam a entrar em contato fisicamente com as máquinas. E isso anos antes da invenção dos controles com resposta tátil, como o Wii. Até hoje a indústria de videogames fatura bilhões em cima da sensação de satisfação proporcionada por experiências assim em jogos de console.

2. Motorola DynaTAC

Motorola DynaTAC

O que é?
Uma série de telefones móveis da Motorola, responsável por marcar uma das principais mudanças nas formas de interação humana.  O DynaTAC começou a ser comercializado em 1984, após a Comissão Federal de Comunicação (FCC) dos Estados Unidos aprovar o dispositivo como o primeiro celular disponível para os consumidores. Ele pesava cerca de 1,5 kg e oferecia 30 minutos de conversa.

Por que foi importante?
Com o preço de 4 mil dólares, o aparelho fez da Motorola uma empresa privilegiada. Mas o ‘tijolão’ foi apenas o início de uma transformação tecnológica que se espalhou pelo mundo em uma velocidade incrível. Hoje, essas indústrias ganham trilhões de dólares. E mais de 25 anos depois, um estudo do Banco Mundial descobriu que mais de 75% da população mundial tinha acesso a telefones móveis.

3. Regency TR-1

O que é?
O Regency TR-1 foi o primeiro rádio transistor – um pequeno rádio portátil – vendido comercialmente. Custando cerca de 50 dólares quando foi lançado em 1954, ele foi o responsável por lançar uma nova categoria: a de eletrônicos de comunicação portáveis. Seis anos antes, pesquisadores da Bell Labs haviam dado um grande passo tecnológico ao criar o transistor. Porém, foi a empresa Texas Instruments que conseguiu tornar a invenção relativamente acessível, com a criação do Regency TR-1.

Por que foi importante?
Rapidamente, os rádios transistor viraram febre e venderam milhões de unidades até os anos 70, além de terem ‘evoluído’ para outros aparelhos, como o Walkman e, futuramente, o iPod. Mas o impacto econômico do gadget foi além da indústria de eletrônicos. E isso porque, quando a música se tornou ‘portátil’, ela também acabou mudando. Afinal, se antes ela era uma experiência a ser compartilhada, com os rádio portáteis, ela se tornou também uma experiência individual.

4. Zenith Space Command

Controle remoto Zenith Space Command

O que é?
A televisão proporcionava uma experiência totalmente diferente antes da invenção do “Zenith Space Command”, o primeiro controle remoto sem fio, lançado em 1956. O mais curioso é que, apesar de realmente funcionar sem fio, ele fazia isso de uma maneira diferente da que conhecemos hoje. O controle usava minúsculos ‘martelos’ para enviar ruídos de alta frequência, inaudíveis para o ouvido humano, que a TV reconhecia como um comando para mudar o canal.

Por que foi importante?
O controle remoto tornou o ato de mudar de canal uma coisa simples. E isso pode ter tido uma influência maior do que você imagina: segundo o Wired, a indústria moderna de TVs por assinatura só poderia surgir se trocar de canal fosse uma função básica. Afinal, você compraria um serviço desses se precisasse levantar para trocar de canal?

5. Scanner portátil de código de barras

O que é?
A invenção daquele scanner de código de barras que você vê nos caixas de supermercado é importante por si só. Mas, para o site Wired, o gadget que realmente revolucionou a tecnologia foi o scanner portátil de código de barras. E essa pequena diferença conceitual faz uma grande diferença na prática: com a mobilidade do scanner, os códigos de barras puderam ‘sair’ dos ambientes fechados, como as lojas.

Por que foi importante?
Os códigos de barras fornecem toda a infra-estrutura de informações da economia moderna. O grande passo foi levar essa poderosa ferramenta para outras áreas de consumo, como os serviços de entrega e de comércio eletrônico. Empresas como FedEx e Amazon só são possíveis na prática graças aos scanners portáteis. “Na verdade, eles possibilitam toda a cadeia de fornecimento do século 21″, diz o site.

6. Câmera Land

O que é?
Por cerca de 60 anos, a empresa americana de fotografia Polaroid Corporation vendeu a possibilidade de gravar momentos especiais de forma quase instântanea. Em 1948, o cientista Edwin Land colocou à venda as primeiras de suas câmeras ‘Land’. O modelo aproveitava os estudos do cientista sobre a polarização da luz para diminuir o tempo do processo de impressão das fotos para uma espera de 1 minuto.

Por que foi importante?
Graças à Câmera Land, o conceito de memórias visuais quase instantâneas se tornou uma realidade. E com isso, a Polaroid fez bilhões de dólares anuais vendendo suas câmeras e filmes. A empresa só acabou falindo porque não conseguiu fazer a transição para a fotografia digital. Mesmo assim, Land tem grande influência até nas fotos digitais: foram as câmeras Polaroid que criaram a expectativa, e também o mercado, para uma tecnologia que fosse capaz de capturar e criar imediatamente um registro de nossas histórias. (Alô, Instagram!)

7. iPod/iPhone/iPad

O que é?
Esses gadgets dispensam apresentações. E apesar dos avanços da concorrência, não se pode negar que a Apple abriu caminho em diferentes categorias de aparelho com os lançamentos do iPod, iPhone e iPad.

Por que foi importante?
Por uma década, o iPod dominou o mercado de players e, praticamente, criou um mercado para a música digital. Foi com o gadget que as músicas no formato MP3 se tornaram portáveis, e, com a criação do iTunes, a empresa lançou também a primeira loja viável e dentro da lei para a venda de músicas na internet. O iPhone gerou não apenas bilhões de dólares com a venda de seus aparelhos, como criou uma indústria completamente nova, a dos aplicativos. E com o lançamento do iPad, a Apple levou toda a indústria de PCs para um novo caminho, ao deixar as outras empresas para trás no mercado de tablets touchscreen.

Fonte: Super.abril.com.br

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s